beleza

Beleza

   

Reciclagem

Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo.
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.

Beleza é uma percepção individual caracterizada normalmente pelo que é agradável aos sentidos. Esta percepção depende do contexto e do universo cognitivo do indivíduo que a observa. Através da história da humanidade a relação com a beleza têm sido frequentemente religiosa ou mística e transcendente, logo a beleza foi considerada muitas vezes como “aquilo que se aproxima da Divindade“.

Também podemos considerar que beleza é, uma unidade dentro da variedade, unidade essa que deve ser harmônica da paz. A palavra beleza era utilizada originalmente para denominar exatidão, precisão; eventualmente a palavra adquiriu o significado de simetria. Beleza é aquilo que vemos e que podemos interpretar de modos diferentes.

É difícil se expressar em palavras o que é o “belo”. Mas pode-se afirmar que a beleza é um conjunto de elementos que resultam naquilo que se considera belo. Uma das expressões utilizadas antigamente para definir a beleza feminina: “eram mulheres agradáveis aos olhos” ou “são mulheres formosas a vista”.

Beleza humana

Ver artigo principal: Beleza humana

A idéia de Beleza Humana é transmitida através da mídia, usando como exemplo os modelos e a maioria dos artistas famosos (ser magro, não ter espinhas, olhos claros, pele bronzeada, etc). Muitas pessoas, principalmente as adolescentes e mulheres jovens, tentam ter o corpo considerado perfeito, e acabam tendo várias doenças. Um exemplo clássico é a anorexia, mas também existem outras doenças, como a bulimia.

O que dirá, então, se além da questão espacial, estiver em questão o quesito temporal, de certo que o conceito sofrerá mudanças drásticas. Beleza é algo relativamente ligado ao tempo e ao espaço, isto é, variando de pessoa para pessoa e principalmente, de lugar para lugar. Brad Pitt e Angelina Jolie são símbolo de beleza em nosso tempo (época), mas só é uma unanimidade em nosso espaço (localidade), isto é, no mundo Ocidental ou ‘ocidentalizado’ como é o caso do Japão.

Para Leonardo Da Vinci, o modelo de beleza foi traduzido pelo quadro Mona Lisa. Para ele, e para o pensamento da época, a mulher bela tinha que preencher, literalmente, o seu ‘campo de visão’, ou seja, as mulheres tinham que ser ‘rechonchudinhas’ e trajando muitas roupas! Hoje em dia, o belo é uma mulher ‘magrela’ com praticamente roupa nenhuma. É comprovado assim, que o conceito de beleza é muito relativo variando através do contexto ( época, espaço etc).

Beleza é uma coisa pessoal, porque cada pessoa interpreta isso de uma forma, têm um gosto pessoal muito distinto.

Para alguns, a beleza não inclui somente forma fisica, mas também o modo de pensar de cada individuo, a maturidade, os sentimentos, o comportamento, o modo de agir em geral.

O conceito de beleza às vezes gera um certo conflito entre as pessoas, em busca do melhor, superior. Isso também gera preconceitos, por que divide a sociedade entre “bonitos” e “feios”.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: